Voltar

E agora que estou oficialmente na menopausa, que sintomas devo esperar?

 

Por Rebecca Hulem.

Poucas viagens pela vida são ininterruptas. Tome essas pausas como um momento para refletir, refrescar e recarregar e elas deixam de ser percebidas como interrupções. A chave para a vida.

Me deparei com essa citação em um livro de poucas páginas chamado The Key to Life. Isso me recorda que, embora a menopausa, na maioria das vezes, coloque a vida da mulher de ponta cabeça; é também uma pausa no físico, emocional e psicológico. As seguintes preocupações que pairam no ar: O que vem a seguir? Agora que estou oficialmente na menopausa, qual seria o próximo passo? Agora que estou oficialmente na menopausa, o que esperar da vida? os sintomas acabaram? eles vão continuar?  quais hábitos saudáveis devo tomar após a menopausa? e os exames de saúde? 

Sintomas

O sofrimento da menopausa pode durar mais do que você esperava. Algumas mulheres a terão ondas de calor alternadas com arrepios de frio por toda a vida. O álcool, o estresse e a fadiga podem ser gatilhos a serem evitados se as ondas de calor continuarem. Outros sintomas da menopausa como labilidade emocional e pensamentos difusos geralmente desaparecem. Isso não quer dizer que você não terá lapsos ocasionais de memória, quando por exemplo, foge a palavra ou você esqueceu onde colocou as chaves do seu carro. Essas situações podem ocorrer com qualquer um no decorrer da vida.

As duas questões mais importantes a serem enfocadas agora, acredito, são manter ou melhorar nosso estado de saúde e decidir sobre o que, como, quando e com quem gostaríamos de passar nossa vida.

 

Estado de saúde

Quais hábitos saudáveis são importantes após a menopausa? Hábitos alimentares saudáveis e práticas de atividades físicas regulares ajudam a aliviar os sintomas no período que chamamos de pós-menopausa. Há muita informação na internet, televisão, livros e revistas sobre como se alimentar bem. Em suma, tente comer muitas frutas coloridas, legumes, peixes - salmão, atum - carnes magras e gorduras saudáveis. Evite alimentos processados. As mulheres com mais de 50 anos estão preocupadas com o acúmulo de gordura interna ao redor da cintura. Eliminar a farinha branca e produtos açucarados ajuda a reduzir o problema da gordurinha indesejada. Bebidas alcoólicas também colaboram para o aumento de peso. Quando ingerimos álcool o fígado prioriza seu metabolismo, bloqueando o nosso organismo de queimar gordura. E outros alimentos que consumimos serão armazenados como gordura. Além disso, estudos sugerem ligação do álcool com o aumento do risco de câncer de mama; outra razão para evitar a ingestão de bebidas alcoólicas.

A medida que envelhecemos, a prática de exercícios regulares é quesito obrigatório para homens e mulheres. Após a menopausa, há uma chance 50% maior de desenvolver doenças cardíacas e osteoporose. Exercícios aeróbicos realizados de quatro a cinco dias por semana por pelo menos 30-45 minutos ajudam a reduzir o risco de doenças cardíacas. Mais mulheres morrem de ataques cardíacos após a menopausa do que os homens na mesma faixa etária. Estrogênio é usado para proteger nossas artérias antes da menopausa. Após a menopausa, mesmo que você faça terapia de reposição hormonal, ainda precisa se exercitar regularmente. Andar a pé é o melhor exercício aeróbico, desde que você não tenha problemas nas costas ou nos joelhos. Subir colinas fortalece o coração e descer fortalece os ossos. Os exercícios aeróbicos melhoram o humor, ajudando a elevar os níveis de serotonina no cérebro. Práticas de atividades como; treino de força (ótimo para ossos), ioga ou alongamento ajudam a equilibrar o seu programa de exercícios. Meditação e prática de tai chi são excelentes para reduzir o estresse.

 

Exames médicos após a menopausa

Durante a menopausa, a maioria dos profissionais de saúde solicitará exames de sangue, como tireoide, colesterol e açúcar no sangue. Um teste de densidade óssea para determinar o risco de osteoporose geralmente é feito aos 50 anos e depois repetido de 2 a 5 anos, conforme necessário. Recomenda-se uma mamografia a cada um ou dois anos após os 50 anos. Autoexame regulares da mama são importantes durante toda a vida.

Exame de Papanicolau geralmente não são necessários anualmente, uma vez que você tenha concluído a transição da menopausa. Pergunte ao seu médico quantas vezes ele quer que você retorne.

Relate ao médico, quaisquer alterações urinárias. Existem muitas ações a serem tomadas para aliviar os sintomas. Secura vaginal com dor ou queimadura é importante mencionar também. Com a diminuição nos níveis de estrogênio, a maioria das mulheres experimenta esses sintomas, que acabam intervindo no desempenho sexual, uma vez que as as relações sexuais tornam-se dolorosas.

Exames oftalmológicos tornam-se necessários para a maioria das mulheres uma vez a cada um ou dois anos, especialmente após a menopausa. A verificação de sinais de glaucoma e degeneração macular torna-se uma parte necessária de todos os exames oftalmológicos à medida que envelhecemos.

E claro, não esqueça seus exames odontológicos!

 

O que vem agora que estou oficialmente na menopausa?

Quando o tema da menopausa surge entre as mulheres, o foco é muitas vezes colocado em como sobreviver à tempestade de fogo. Claro, todos nós queremos que os sintomas diminuam o mais rápido possível, apesar da pergunta sobre o que vem a seguir? É quase como se tivéssemos medo de perguntar se existe algo próximo à nossa vida.

Na minha experiência pessoal, o que vem em seguida? Tem sido uma mistura perfeita de mudanças planejadas e algumas surpresas, tanto bem-vindas quanto indesejáveis. Por exemplo, planejei minha carreira para dar palestras sobre a menopausa, que foi uma transição da minha carreira de trinta anos na saúde feminina. Essa nova carreira me permitiu continuar aprendendo e crescendo como ser humano. As surpresas bem-vindas foram o nascimento de quatro lindos netos. Surpresas inoportunas foram alguns desafios de saúde, definitivamente não previstos. Outra surpresa divertida e bem-vinda foi se mudar para uma bela comunidade de aposentados localizada em um vinhedo!

O que eu percebi agora que estou na segunda metade da minha vida é o seguinte: minha saúde e a saúde da minha família são de extrema importância para mim. Por isso me concentro no que posso fazer para melhorar e manter minha saúde e tentar não temer o que pode acontecer no futuro. A vida é cheia de surpresas. O que tenho certeza é que sempre haverá um futuro. O que vem em seguida para você?

 

Mais artigos sobre A Vida com Incontinência.
Previous
Next
More Articles
Previous
Descontrole do Peso
Next
Mudanças simples no exercício e dieta podem aumentar a libido durante a menopausa