Voltar

Cirurgia para incontinência urinária

Quando os métodos de tratamento não promovem uma melhora substanciais nos sintomas da incontinência urinária, muitas vezes o melhor caminho a seguir é o de uma cirurgia.


As cirurgias para incontinência urinária podem variar de simples dilatações da uretra a complexos procedimentos de reconstrução da bexiga e uretra, passado por cirurgias para desobstrução da próstata e sofisticados procedimentos endoscópicos.



Cirurgia para incontinência urinária feminina


A cirurgia para a incontinência urinária feminina normalmente é feita com a colocação de uma fita cirúrgica chamada TVT - Tension Free Vaginal Tape ou TOV - Tape and Trans Obturator Tape, também chamada de cirurgia de Sling, que é colocada sob a uretra para a apoiar, aumentando a capacidade para segurar o xixi.


O tipo de cirurgia normalmente é selecionado com o médico, de acordo com os sintomas, idade e histórico de cada mulher.


Cirurgia para incontinência urinária masculina


A cirurgia para a incontinência urinária masculina pode ser feita com a injeção de substâncias na região do esfíncter ou colocação de um esfíncter artificial, para ajudar a fechar a uretra, evitando a passagem involuntária de urina.


Em casos mais raros, a incontinência urinária masculina também pode ser tratada com a colocação de Sling.


Como é a recuperação da cirurgia?


A recuperação após a cirurgia para incontinência urinária é relativamente rápida e indolor.


Na maioria dos casos, só é necessário ficar internado 1 a 2 dias no hospital e depois é possível retornar a casa, mantendo alguns cuidados como:

  • Evitar esforços por 15 dias, como exercício físico, abaixar, pegar peso ou levantar bruscamente.

  • Ingerir alimentos ricos em fibras para evitar a prisão de ventre.

  • Evitar tossir ou espirrar no 1º mês.

  • Lavar a região genital com água e sabão neutro sempre após urinar.

  • Usar calcinha de algodão para evitar o surgimento de infecções.

  • Não usar absorvente interno.

  • Não ter relações íntimas por no mínimo 40 dias.

  • Não tomar banho de banheira, piscina ou mar para evitar o contato com água contaminada.


Esses cuidados pós operatórios devem ser seguidos com rigor para prevenir o risco de complicações, mas dependendo do tipo de cirurgia para a incontinência urinária o médico pode dar outras indicações.


Após 2 semanas, podem ser iniciados os exercícios de Kegel que ajudam a fortalecer os músculos em redor da bexiga, acelerando a recuperação e garantindo melhores resultados.


No entanto, antes de iniciar esse tipo de exercícios é muito importante falar com seu médico.


Possíveis riscos da cirurgia para a incontinência urinária


A cirurgia para a incontinência urinária é relativamente segura, mas podem acontecer algumas complicações, como:

  • Dificuldade para urinar ou esvaziar completamente a bexiga.

  • Aumento da vontade de urinar.

  • Infecções urinárias mais recorrentes.

  • Dor durante relações íntimas.

Mais artigos sobre A Vida com Incontinência.
Previous
Next
More Articles
Previous
Melhores chás para incontinência urinária
Next
Fisioterapia na incontinência urinária