Voltar

5 formas de reduzir o risco de contrair câncer de próstata

 

Uma próstata saudável é fundamental para o bem-estar de todo homem, porém, a maioria deles não dá muita importância a esta glândula do tamanho de uma noz até desenvolver algum problema. Quando os homens envelhecem, a próstata aumenta e, com isso, pode acabar desencadeando o câncer de próstata. 

Essa é a segunda maior causa de morte ligada ao câncer masculino nos Estados Unidos. A boa notícia é que o número de mortes pode se reduzir drasticamente através da prevenção, a detecção precoce e o tratamento correto. 

Abaixo listamos 5 maneiras de reduzir o risco de câncer de próstata:

 

1. Faça o exame de detecção 

A detecção precoce aumenta a probabilidade de sobrevivência para quase 100% e também pode acabar descobrindo uma condição pré-cancerígena chamada HGPIN (Neoplasia Intã epitelial Prostática de Alto Grau) que permite agir para desacelerar ou até mesmo evitar que as células pré-cancerígenas se convertam em câncer. 

Os homens maiores de 50 anos devem se submeter aos exames a cada ano. Os homens afro americanos ou aqueles com antecedentes familiares devem começar aos 40 ou 45 anos.

 

 2. Alimente-se bem. 

• Coma vegetais. Três ou mais porções diárias de vegetais crucíferos, como brócolis e couve, podem reduzir seu risco em até 40%.

• Tomates no jantar. Os primeiros estudos demonstram que o licopeno, que você encontra nos tomates, pode reduzir o risco e atrasar o crescimento da próstata.

• Adicione um pouco de soja. Os alimentos à base de soja contêm isoflavonas, que podem retardar o crescimento das células cancerígenas e reduzir os níveis de PSA em homens com câncer de próstata. Os países com elevado consumo de soja têm níveis muito mais baixos de câncer de próstata que nos Estados Unidos.

• Tente comer mais cogumelos. Os cogumelos são uma grande fonte de selênio. Os estudos demonstram que os homens que comem selênio regularmente têm a metade do risco de sofrer de câncer.

• Vitamina E. Um estudo massivo está em curso para confirmar que os suplementos de vitamina E podem reduzir o risco de câncer de próstata em mais de um terço.

• Aproveite as frutas. Em conjunto com os antioxidantes, a fruta contém frutose, um fator chave na capacidade de processar vitamina D, um importante combatente do câncer de próstata.

 

3. Hidratar constantemente. 

Beba café. Um estudo recente* diz que o café é a maior fonte de antioxidantes para combater o câncer. 1.299mg por dia, para o adulto americano médio. O chá ficou em segundo lugar com 294mg.

Beba um pouco de chá. O chá verde é rico em poli fenóis, acredita-se que ele reduza o crescimento do câncer. Um estudo de homens com HGPIN descobriu que aqueles que tomaram suplementos de chá verde desenvolveram câncer de próstata em uma taxa muito menor do que aqueles que não tomaram. Os poli fenóis também são encontrados no vinho tinto e no suco de romã.

 

4. Reduza seu colesterol. 

Pesquisas mostram que altos níveis de colesterol estão fortemente associados ao câncer de próstata avançado. A dieta "ocidental" - alta no tipo de gordura encontrada na carne e produtos lácteos - também está fortemente associada às taxas de câncer. Comer carne vermelha cinco vezes por semana duplica o risco de câncer de próstata. 

O ácido gordo ômega-3, encontrado em peixes gordurosos como o salmão, aumenta o colesterol "bom" e podem ajudar a prevenir o câncer.

 

5. Pegue um pouco de sol. 

A luz solar é fundamental para o processamento da vitamina D. Os homens com altos níveis de vitamina D podem ter até 45% de redução no risco de câncer de próstata. 

O cálcio reduz os níveis de vitamina D no organismo e altos níveis de cálcio estão associados a um risco muito maior de câncer de próstata. Portanto, observe seu consumo de cálcio, coma frutas e obtenha exposição segura à luz do sol. 

Estes 5 passos podem reduzir o risco de câncer de próstata. Acrescente um exame físico anual às suas sessões regulares de câncer de próstata e você estará no caminho certo para melhorar a saúde do seu organismo.

 

* 2005, University of Scranton, Pennsylvania Study.

 

 

Mais artigos sobre A Vida com Incontinência.
Previous
Next
More Articles
Previous
10 coisas que toda mulher (sim, mulher!) deve saber sobre o câncer de próstata
Next
6 maneiras de reduzir os vazamentos noturnos