Voltar

Dicas para mamães ocupadas aprenderem a lidar com os escapes de urina

Ser mãe é muitas vezes desempenhar funções que não são suas. Uma hora você é chefe de cozinha preparando doces para vender na escola, alguns minutos se passaram e você se vê no meio de uma discussão tentando um diálogo para acalmar as emoções dos pequenos. Motorista, conselheira, cozinheira, organizadora de eventos, cabelereira, animadora infantil, mestre em matemática e por aí vai.

Quem nessas condições tem tempo para lidar com escapes de urina?

Dicas simples para ajudá-la a acompanhar as demandas da maternidade e amenizar os sintomas sem deixar com que os escapes de urina se tornem uma pedra no sapato.

 

Planeje o dia antes de sair de casa

Existem alguns itens inseparáveis dos quais as mamães não saem de casa sem. Tudo para garantir o maior grau de conforto possível para os pequenos longe de casa. Faça por você o que faria pelos seus filhos. Coloque dois itens a mais na bolsa e pronto, você estará pronta para aproveitar o dia e se livrar dos inconvenientes:

  • Embalagem extra de absorventes para escapes de urina: compre os absorventes e coloque-os na sua bolsa ou no porta-luvas do carro.
  • Tenha em mãos uma muda de roupas: pode ser que você não precise, mas o conforto de ter em mãos uma peça de roupa para um imprevisto é uma glória.

 

Alimente-se bem

Uma das tarefas mais difíceis da maternidade é dizer não aos filhos. A grande verdade é essa: todo ser humano se frustra desde que aterrissa nesse mundo. Não há como evitar isso, por mais que doa ver um filho sofrer. Tentar satisfazer completamente as vontades e evitar dizer o famoso não, achando que isso trará felicidade, é inútil.

Seja forte, diga não!

Quando o tema é alimentação, o não é ainda mais importante. Ao dizer não para certos alimentos além de zelar pela saúde dos seus filhos você ainda colabora para minimizar os sintomas de escapes de urina. Portanto, na hora de preparar a lista de compras da semana lembre-se de não incluir na sua lista:

  • Bebidas cafeinadas
  • Chocolate
  • Alimentos apimentados

Alimentos apimentados e bebidas energéticas contêm substâncias que irritam a bexiga agravando os sintomas de escapes. Substitua esses alimentos pelos amigos da bexiga. Faça escolhas sábias para você e para seus filhos.

 

Caia na farra com seus filhos

As crianças do vizinho estavam brincando no jardim da frente quando eu parei para observar. Seu filho de cinco anos havia ligado a mangueira do jardim. Ele encharcou suas roupas e como se não bastasse iniciou uma guerrinha de água com sua irmã mais nova. Eu gritei: "Parece que você está em apuros". Isso não o incomodou. Ele disse: "Às vezes, a diversão paga o trabalho de ter que limpar depois." Era tudo o que eu precisava ouvir. Não faz sentido algum ficar de fora por algo que você nem sabe se vai acontecer. Pode ser que o acidente não aconteça e você perdeu o melhor da festa. Considere o conselho do meu vizinho, e não dê importância aos acidentes de escapes de urina. Quando as crianças estiverem crescidas, você será grata pelos momentos em que deixou a insegurança de lado e caiu na farra com elas.

 

Procure um médico

As causas dos escapes de urina variam muito de pessoa para pessoa. Um médico terá condições de diagnosticar as causas e prescrever um plano de tratamento preciso pro seu caso. Existem medidas que podem ser tomadas para reduzir e até mesmo eliminar os sintomas.

 

Sem vergonha dos escapes de urina

Uma em cada 4 mulheres possui algum nível de incontinência urinária ao longo da vida.

Você não está sozinha. Exponha sua real situação para os amigos. Seja a precursora de uma nova fase de sua vida, promova o diálogo sobre incontinência na sua roda de amigos. Você vai se surpreender com o número de pessoas passando pelo mesmo e que até então não falavam abertamente sobre o assunto.

 

Procure se informar

Leia artigos sobre incontinência urinária.

Você tem uma dúvida, uma preocupação ou uma solução sobre incontinência urinária para compartilhar com outras mamães ocupadas?

Por favor, compartilhe na seção de comentários abaixo:

Mais artigos sobre A Vida com Incontinência.
Previous
Next
More Articles
Previous
Controle da ingestão de líquidos na incontinência urinária!
Next
Dicas para ter uma boa noite de sono