Voltar

Controlando a Incontinência Urinária no Trabalho

Por PAULO J WATKINS

Incontinência urinária pode ser desafiadora, especialmente no local de trabalho. Você pode achar difícil fazer longas reuniões, por frequentemente sentir necessidade de ir ao banheiro. Talvez você se sinta ansioso, imaginando se seu chefe percebeu quantas vezes você vai ao banheiro todos os dias. Você pode até se perguntar se seus colegas de trabalho notaram e estão falando sobre isso. Portanto, não é de admirar que você possa se sentir estressado, não apenas por sentir pequenas perdas involuntárias de urina, mas também pelo problema que pode estar tendo em sua capacidade de realizar seu trabalho.

Katherine Puig é uma avançada enfermeira, inscrita na equipe do Centro de Cirurgia Pélvica de Mulheres, em Orlando, Flórida. Com mais de 15 anos de experiência em saúde feminina, ela oferece uma visão experiente de como as mulheres podem administrar pequenas perdas involuntárias durante o trabalho. 

Primeiro, se você acha que há uma chance de ter incontinência urinária, use um absorvente ou protetor projetados para absorção de urina. A diferença desses produtos é que podem absorver de duas a três vezes mais urina do que um protetor para menstruação, além de controlar melhor o odor. Isso pode reduzir a frequência com que o absorvente precisa ser trocado durante o dia, ser menos perceptível para os colegas e permitir que você tenha mais tempo para realizar seu trabalho.

A constipação também pode contribuir para a incontinência urinária em algumas mulheres, segundo Puig, que sugere minimizar suas chances bebendo uma quantidade adequada de água durante o dia (embora não muito), ingerindo uma quantidade adequada de fibras diariamente e fazendo exercícios regularmente. Ao agendar o seu dia de trabalho, considere adicionar um plano de anulação temporizada - o que significa agendamento de idas ao banheiro em intervalos regulares e ao longo do dia. Praticar exercícios de Kegel enquanto está sentado em sua mesa ou durante uma pausa, também pode ajudar a reduzir a incontinência urinária, fortalecendo os músculos que controlam o fluxo de urina. 

Muitas mulheres também encontram locais de trabalho com amenidades, que podem causar a incontinência urinária. Um dos mais comuns é a disponibilidade de café e refrigerantes. Embora muitas pessoas dependam delas para permanecerem alertas e ativas durante o dia de trabalho, elas também são irritantes para a bexiga. Bebidas cafeinadas de todos os tipos, frutas ácidas, sucos de frutas e alimentos condimentados também são irritantes para a bexiga. Puig encontrou bebidas alternativas que ainda são capazes de manter as mulheres energizadas, sem risco de irritação da bexiga - e oferece algumas opções no Centro das Mulheres. Para encontrar as alternativas certas para você, a Puig sugere dar uma olhada mais de perto em todas as opções de bebidas ao fazer compras, escolhendo uma ou duas alternativas que se adaptem ao seu gosto e levando-as para o trabalho. Ela acrescenta que, junto com as alternativas de bebidas, periodicamente se levantar e se alongar durante o dia também ajudará a combater a fadiga e energizá-la. 

"Se você se sentir à vontade para discutir isso, considere conversar com seu chefe ou colegas de trabalho sobre sua bexiga “fraca”, para que eles entendam porque você precisa ir ao banheiro com mais frequência", sugere Puig, acrescentando que "caso contrário, o prestador de serviços de saúde envia documentação sobre o assunto, e solicita consideração especial por intervalos frequentes em banheiros. "

Pequenas perdas involuntárias de urina são mais comuns do que a maioria das mulheres pensa. Puig concorda, acrescentando: "É importante saber que você não está sozinha. Uma grande porcentagem de mulheres passa a ter incontinência urinária durante sua vida." Na verdade, estima-se que 1 em cada 3 mulheres possui pequenas perdas involuntárias. A boa notícia é que ela pode ser gerenciada, ao planejar com antecedência e tomar medidas preventivas, você pode permanecer no controle dentro e fora do trabalho.

Mais artigos sobre A Vida com Incontinência.
Previous
Next
More Articles
Previous
Introdução à incontinência
Next
Como enfrentar o detector de metais dos aeroportos com confiança