Voltar

Manter o Desejo Sexual após o Desequilíbrio Hormonal

 

Por la Dra. Jennifer Berman. 

Mulheres na faixa dos 30 e 40 anos vivem momentos em que sentem um aumento da libido e da sensualidade em geral. Esses sentimentos podem ser experimentados como um súbito brilho da pele, um aumento na autoconfiança e um sexo mais intenso e satisfatório com seus parceiros. 

Este impulso mensal do desejo sexual é devido a um aumento na secreção do hormônio progesterona durante e logo após a ovulação. Os hormônios desempenham um papel fundamental no desejo sexual, no prazer sexual e em nosso sentimento geral de sensualidade. Encorajo meus pacientes a tentarem determinar quando esses sentimentos de sensualidade aumentada e desejo sexual ocorrem durante o mês. O objetivo é que as mulheres estejam cientes de seus corpos para que possam antecipar e até mesmo planejar esses momentos. Conseguir uma babá, agendar reuniões no início da tarde ao invés de reuniões noturnas, e se comprometer com uma noite a dois. 

A chave é otimizar a intimidade e o sexo durante nossos dias e vidas ocupados. O sexo é a cola dos nossos relacionamentos, nos bons e maus momentos. Quando a intimidade e o sexo se quebram, o relacionamento pode entrar em crise. Não há nada de errado em planejar o sexo. Na verdade, eu encorajo isso. 

Fatores de estilo de vida, como estresse no trabalho, hábitos alimentares pouco saudáveis, noites mal dormidas e criar filhos pequenos, podem ser grandes assassinos da libido. O estresse é provavelmente o maior culpado pelo desequilíbrio hormonal e é algo que todos precisam se atentar. 

Recomendo uma meditação diária de vinte minutos aos meus pacientes para ajudar a aliviar o estresse e melhorar o bem-estar. Os níveis de GABA e os níveis de serotonina no cérebro aumentam durante a meditação, o que nos ajuda a nos sentirmos calmos e revigorados. Esses hormônios também aumentam o humor e a libido. É impossível sentir-se motivado para fazer sexo ou sentir-se "sexy" quando estamos sofrendo de estresse. 

Quando as mulheres chegam ao final dos 40 e início dos 50, tecnicamente referidas como a perimenopausa (o tempo antes ou em torno da menopausa), os níveis hormonais começam a flutuar e até mesmo a cair. Mudanças sutis nos níveis hormonais podem levar a uma diminuição no desejo sexual e também afetam o humor, o sono, os níveis de energia e nosso metabolismo. 

A boa notícia? Existem formas de as mulheres manterem o fogo em seu relacionamento, mesmo durante os períodos em que os hormônios não estão mais em seu nível ideal. A primeira coisa que recomendo é que você reconheça se há mudanças na energia e desejo sexual, e em caso afirmativo, fale com seu médico sobre isso. Uma dieta saudável, exercícios regulares, bom sono e suplementos nutricionais, incluindo ácidos graxos ômega 3, vitaminas do complexo B e DHEA (um suplemento de suporte da glândula adrenal) são formas fáceis e eficazes de otimizar naturalmente o equilíbrio hormonal. 

Também incentivo os meus pacientes a dedicarem tempo diário fazendo algo que lhes dá prazer. Considere ler, passear com o cachorro, correr ou mimar-se comprando aquele perfume novo, entrando naquele vestidinho vermelho ou passando o dia em um SPA. Essas práticas não apenas incrementam os relacionamentos, mas também são um bônus adicional para o bem-estar geral e elevação da autoestima. A perimenopausa e a menopausa são momentos em que as mulheres redescobrem sua sensualidade. A intimidade nos relacionamentos não deve desaparecer apenas porque nossos hormônios diminuem

Mais artigos sobre A Vida com Incontinência.
Previous
Next
More Articles
Previous
Boa comida, bom vinho, bom sexo, adeus!
Next
Cuidando da Saúde Sexual