Voltar

Medicamentos que atuam na eliminação de líquidos

 

ANA VICTORIA RAMIREZ 

 

Alguns medicamentos possuem substâncias, em sua fórmula, que fazem com que você vá ao banheiro com mais frequência. Conheça esses medicamentos a forma adequada de ingeri-los para quem sofre de incontinência urinária. 

 

Existem substâncias e medicamentos que podem aumentar a frequência urinária e até mesmo causar a incontinência urinária.  Por exemplo, alguns medicamentos anti-hipertensivos podem contrair ou relaxar de forma excessiva os músculos esfíncteres, medicamentos para gripe (especificamente aqueles que contém pseudoefedrina ou anti-histamínicos), medicamentos para dormir, relaxantes musculares, diuréticos, bebidas que contém cafeína em sua composição, como café, chá, chocolate, refrigerantes, álcool, entre outros. 

 

Em certos casos, para o tratamento de doenças comuns, a ingestão desses medicamentos é inevitável. 

 

Em primeiro lugar, o paciente deve consultar o médico para que faça a substituição do medicamento, por outro que trate a doença, porém que não favoreça o desenvolvimento da incontinência urinária. Por exemplo, substituir o tipo de antidepressivo por um que não estimule a incontinência urinaria do paciente (por exemplo, a amitriptilina estimula a incontinência, você pode consultar um psiquiatra para que substitua-o por uma opção melhor), em caso de gripe, não ingira medicação a base de pseudoefedrina,  o medicamento deve ser substituído por outro que seja livre do composto. 

 

Caso não exista a possibilidade de substituir o medicamento, procure um médico para alterar os horários de ingeri-los, preferencialmente nos períodos da manhã e nunca a tarde ou a noite. 

 

Além disso, deve ser reduzido ao máximo a ingestão de alimentos que causam perdas involuntárias de urina, como exemplo as bebidas com cafeína. E será preciso muita força de vontade para largar o fumo, pois, além de outros males, o fumo eleva o risco de aparecimento do câncer de bexiga. 
 

Evite a ingerir líquidos no período da tarde. Consuma líquidos no período da manhã, reduza a ingestão a tarde e não consuma líquidos depois das 7 ou 8 da noite. 

 

 

Mais artigos sobre A Vida com Incontinência.
Previous
Next
More Articles
Previous
Jovem, ativa e incontinente: a história pessoal de Jane
Next
O uso da chia e seus benefícios