Voltar

Odor vaginal e Menopausa

POR REBECCA HULEM

 

A maioria das mulheres que entra na meia-idade hoje, espera sentir algumas mudanças físicas associadas à menopausa. Quase todas as mulheres ouviram falar das terríveis ondas de calor, suores noturnos, alterações de humor e distúrbios do sono. Poucas mulheres, no entanto, esperam experimentar mudanças físicas na vagina. 

Quando a puberdade chega e o ovário começa a produzir os hormônios estrogênio e progesterona, surgem ciclos menstruais e mulheres jovens são forçadas, prontas ou não, a dar atenção à vagina. A maioria das mulheres que eu cuidei, em meus trinta anos de prática clínica (inclusive eu), preferiria ignorar esse processo. No entanto, todos nós percebemos que é parte de quem somos. 

À medida que amadurecemos, começamos a apreciar os muitos benefícios da nossa vagina. Não é apenas um portal para os ciclos menstruais; é a porta de entrada para nossa fertilidade e prazer sexual. Parece funcionar perfeitamente com pouca ajuda nossa, isto é uma coisa boa, nós gostamos que não precisemos nos preocupar com isso. 

Avançando rapidamente de trinta e cinco a quarenta anos, vemos que os ovários não estão mais produzindo a mesma quantidade de estrogênio, nossa fertilidade vai se reduzindo e notamos que a vagina "parece" muito diferente. Às vezes parece seca. Podemos também notar que há um perfume diferente vindo dela. As secreções vaginais diminuíram, mas agora muitas de nós experimentamos a perda de urina involuntária ao tossir, espirrar, rir ou tentar acompanhar nossos amigos em aulas de ginástica. Isso é chamado de incontinência urinária e é mais prevalente do que pensávamos. Incontinência urinária durante a menopausa pode causar um odor vaginal indesejado. Além disso, uma mudança de pH na vagina, causada por hormônios flutuantes, também pode contribuir para o odor vaginal. 

Quando isso acontece, nos sentimos traídas por esse sentimento fresco ter desaparecido. Não nos sentimos mais como nós mesmas, a mulher que conhecemos. "O que está acontecendo?" "Por que agora?" e "eu posso lidar com as ondas de calor, mas por favor não me faça desistir da minha sexualidade". Estes são todos os sentimentos que você pode ter.

Não se desespere. Na maioria dos casos, o odor vaginal pode ser atribuído a perda de urina ou a uma alteração no pH vaginal. Uma consulta com seu médico é necessária se o odor for consistente, causar algum desconforto vaginal ou piorar. Logo você vai perceber, na menopausa ou não, que você não tem que desistir de qualquer parte da mulher que você veio a amar!



 

Mais artigos sobre A Vida com Incontinência.
Previous
Next
More Articles
Previous
Mudanças simples no exercício e dieta podem aumentar a libido durante a menopausa
Next
Sinais de que a Menopausa Chegou