Sexo após os 40: confira 5 dicas para viver o melhor dessa fase

31/07/2020 -

Você pode não acreditar, mas o sexo, assim como diversos outros temas, ainda é considerado um tabu entre algumas mulheres.

Entretanto, conforme somamos experiências vividas, algumas ideias passam a ser encaradas com maior naturalidade e leveza: assim é o sexo após os 40 anos. 

É isso mesmo, após essa idade o sexo pode melhorar significativamente, pois diversas barreiras podem ser quebradas e, com muita confiança, informação e humor, você estará prestes a viver um dos melhores períodos de sua vida.  

Confira algumas dicas que separamos para você:

1)    Estimule os seus sentidos

Sabemos que no climatério (fase de transição entre o período reprodutivo e o não reprodutivo), o nosso corpo passa por importantes alterações hormonais que podem afetar diretamente a nossa libido.

Entretanto, além do controle hormonal — que deve ser acompanhado por um médico —, investir em seus estímulos sensoriais, poderá ser uma ótima pedida.

Saiba que os sabores, cheiros, sons e o toque podem ter uma influência muito positiva em sua libido e deixar o sexo muito mais prazeroso.

2)    Pratique o autoconhecimento

Não estamos falando aqui sobre olhar para o seu interior, suas inseguranças, medos etc. — embora saibamos a importância desse ato —, o foco aqui é o seu corpo.

Entender os seus próprios desejos, é a melhor maneira de desenvolver a autoestima, a segurança e de melhorar a sua vida sexual.

A masturbação, além de ser uma excelente forma de conhecer todo o seu potencial para o sexo, aumenta o empoderamento e faz com que você não tenha nenhum problema em compartilhar com o seu parceiro (a) quais pontos e posições trazem mais prazer.

3)    Esqueça os padrões

Felizmente vivemos um momento onde diversos padrões de beleza — principalmente os impostos pela mídia — vêm sendo questionados e colocados à prova.

As mulheres estão cada vez mais praticando a autoaceitação e amando os seus corpos da maneira que são, com todas as suas curvas, cicatrizes etc.

Apesar de o caminho ainda ser longo, esse movimento, além de aumentar a autoestima, traz muito mais segurança durante as relações amorosas. Afinal, quando nos amamos e nos respeitamos da maneira que somos, conseguimos quebrar diversos tabus e passamos a curtir os momentos, sem nenhuma neura.

4)    Mexa-se

É importante lembrar que a relação sexual é uma atividade física que proporciona uma sensação de prazer muito grande.

Como qualquer atividade, ela requer que a saúde esteja em dia, por isso, é importante que você pratique exercícios regularmente.

Procure alguma atividade que você goste e inclua em sua rotina, além de ajudar o coração, ela aumentará a sua disposição e fôlego durante as relações.

5)    Durma melhor

As noites mal dormidas também podem colaborar negativamente com as alterações hormonais durante essa fase da vida.

Lembre-se que é durante o sono que o organismo se recupera do dia que passou. Portanto, quando o nosso corpo entra no modo de sobrevivência devido à ausência do sono, o nosso prazer é diretamente impactado.

A experiência e a segurança são fatores essenciais para uma vida sexualmente feliz, portanto, uso isso em seu favor e curta o melhor dessa fase.

Você pode gostar também

Sexo após os 40: confira 5 dicas para viver o melhor dessa fase

Você pode não acreditar, mas o sexo, assim como diversos outros temas, ainda é considerado um tabu entre algumas mulheres. Entretanto, conforme somamos experiências vividas, ...

Saiba Mais