Voltar

Pais Idosos: Primeiros Passos de Como Cuidar

 

Eles são aqueles que te viram através de joelhos arranhados, um jogo duro, corações partidos e muito mais. É esse amor incondicional entre pais e filhos que estabelece um vínculo afetivo que dura a vida toda. Mas quando o jogo vira e os pais idosos são os que precisam de cuidados, muitos não sabem por onde começar. 

 

Felizmente, existem mais recursos do que nunca para ajudá-lo a resolver todas as decisões e responsabilidades de cuidado. Se você já está cuidando de um dos pais idosos, ou sente que esse momento está próximo, temos algumas dicas para os primeiros passos: 

 

1. Crie uma rede:

 

Ninguém deve agir sozinho quando se trata de cuidar de um pai idoso. Se você é o cuidador principal ou aquele que está mais próximo de seus pais, espalhe a notícia quando começar a notar uma mudança. 

 
Fale com os irmãos e com os membros da sua família sobre as mudanças futuras. Sempre que possível, peça ajuda. Um irmão distante pode não ser capaz de estar presente ou ir e vir de consultas médicas, mas pode ajudar na busca por recursos, fazer ligações ou gerenciar assuntos financeiros. Seus próprios familiares podem ajudar a aliviar a carga em casa quando você não pode estar lá. Faça um acordo para distribuir tarefas domésticas, mudar horários e talvez contratar ajuda externa, para cuidar da limpeza e do gramado. 

 
Além dos membros da família, há outros que podem oferecer apoio. Você pode encontrar o apoio necessário por meio dos amigos, médico ou farmacêutico de seus pais. Considere a possibilidade de procurar recursos locais. Até mesmo o seu próprio empregador pode ser útil para apoiá-lo durante esse cuidado contínuo e em tempos de crise. 

 
Marque uma consulta com seus pais e seu médico para discutir suas preocupações. A informação médica pode ser esmagadora para qualquer um, então ter um familiar com você no médico fornece suporte. Os ouvidos extras também tornam menos provável que você esqueça dos detalhes. Certifique-se de perguntar o que você precisa saber sobre o estado de saúde de seus pais e quais sintomas procurar, que podem indicar um agravamento de suas condições de saúde. 

 

Leve seus pais quando for à farmácia e certifique-se de que eles sabem quem você é, caso tenham dúvidas sobre os medicamentos que seus pais estão tomando e os possíveis efeitos colaterais a serem observados. 

 

Aproveite os serviços da comunidade sobre envelhecimento e organizações. Essas agências funcionam para centralizar e organizar programas de apoio, que podem ajudar você e seus pais com serviços e transporte. Certifique-se de verificar nos programas de apoio ao cuidador suas próprias necessidades como cuidador. 

Deixe seu empregador saber sobre as possíveis mudanças em suas circunstâncias pessoais. Sua compreensão ajudará a aliviar o estresse, caso você tenha que se afastar do trabalho para consultas médicas ou lidar com outros assuntos. 

 

Saiba quem são os amigos e vizinhos de seus pais e certifique-se de que eles conheçam você. Eles podem ser um recurso inestimável para ajudar em uma emergência ou alertá-lo para qualquer coisa que pareça fora do comum.

 

2. Reúna e organize: 

 

Você formou sua rede de apoio e garantiu que todos os envolvidos com os cuidados de seus pais estejam bem informados. Esse é um excelente começo. Em seguida, é a hora prática de cuidar dos seus pais. Aproveite o tempo para pensar, planejar e coletar informações, será um tempo bem gasto e você vai economizar agravamento e preocupação no futuro. Peça aos seus pais para ajudá-lo a criar um arquivo de dados pessoais, para que suas informações essenciais sejam facilmente acessadas sempre que você precisar. Uma pequena lista para iniciantes inclui: 

 

  • Uma lista de todas as condições médicas e medicamentos. 

 

  • Números de cobertura de seguro e assistência médica. 

 

  • Nomes, números de telefone e endereços de médicos, especialistas e farmácias, além de como alcançar os amigos, vizinhos, proprietário ou equipe de cuidado de seus pais, e quaisquer outros que você deva ligar em caso de emergência.

  • Números de conta e números de contato para todos os cartões de crédito, contas bancárias, consultores financeiros, advogados, apólices de seguros e investimentos.

 

 

3. Obtenha documentos importantes em ordem:

 

Dois dos documentos mais importantes para preparar com antecedência são as procurações para decisões financeiras e um testamento vital para decisões de saúde. 

 

A procuração lhe dá autorização para agir em nome de outra pessoa, em questões legais, financeiras e de negócios. Um testamento vital dá-lhe autorização para dirigir decisões de cuidados de saúde, caso esse indivíduo não possa fazê-lo. 

 

Sem esses dois documentos, você pode se encontrar sem autoridade para tomar decisões importantes em um momento crítico. Você e seus pais devem consultar um advogado de confiança para preparar esses documentos. Certifique-se de que você, seus pais e seus irmãos, entendam que autoridade e responsabilidade esses documentos cobrem. 
 

Cuidar de um pai idoso pode não ser uma tarefa fácil, mas pode ser uma das experiências mais recompensadoras da sua vida. Começar com um bom plano de jogo pode fazer toda a diferença ao enfrentar novos desafios no futuro. 

Mais artigos sobre A Vida com Incontinência.
Previous
Next
More Articles
Previous
Pais Idosos: Quando Oferecer Ajuda
Next
Dicas para cuidadores de idosos não esquecerem de cuidar também de si mesmos.