Voltar

Incontinência Urinária: Efeito Colateral da Cirurgia de Próstata

 

Linwood Wright, 68 anos, estado de Virgínia nos EUA, teve sua próstata removida logo após o diagnóstico de câncer de próstata. Pesquisas mostram cerca de 40 a 60% dos homens que passam por cirurgia para retirada da próstata apresentam algum grau de incontinência urinária no pós-operatório, e Wright, acreditou que a este seria o seu caso. Mesmo tendo tido uma melhora significativa, hoje, cinco anos após o procedimento, Wright enfrenta o que intitulou incontinência urinária de baixo grau.

O caso de Wright não é incomum, já que a incontinência é um efeito colateral da cirurgia de próstata. No entanto, de acordo com o Dr. Judd Moul, diretor do Centro de Pesquisa de Doenças da Próstata, em Washington - capital dos Estados Unidos - na maioria dos casos, a incontinência urinária persiste por apenas algumas semanas após s cirurgia. Ocasionalmente, pode estender-se por tempo indeterminado resultando em um caso permanente de incontinência urinária.

Sobre a Próstata

Complicações na próstata enfraquecem a bexiga e acabam sendo o estopim para uma série de problemas urinários nos homens.

Isso ocorre porque as glândulas da próstata circundam a uretra - tubo que vai da bexiga ao meato urinário, permitindo o escoamento da urina e a passagem do esperma. O crescimento natural da próstata ocorre conforme os homens envelhecem. Até a puberdade, a próstata é do tamanho de uma bolinha de gude. Na fase adulta, ela cresce mais um pouco até atingir o tamanho aproximado de uma bola de golfe, para então estagnar, voltando a crescer a partir dos 50 anos.

Às vezes, esse crescimento não causa nenhum problema. No entanto, em alguns homens, a próstata aumenta ao ponto de bloquear a uretra, resultando em sintomas como dificuldade para iniciar a micção, micção frequente ou incontinência urinária. Intervenções cirúrgicas são necessárias para correção dos problemas em caso de agravamento dos sintomas.

Os homens podem adquirir a incontinência urinária como sequela da cirurgia para remoção de uma próstata cancerígena. De acordo com a Sociedade Americana do Câncer, o câncer de próstata é o segundo câncer mais comum entre os homens, no entanto, as chances de cura são de 97% e, quando diagnosticado precocemente, a chances de cura sobem para 100%.

O câncer de próstata e o aumento da próstata compartilham quase os mesmos sintomas, por isso é importante estar em dia com os exames e atento para qualquer alteração nos hábitos urinários.

 

Cirurgia de Próstata

Na cirurgia do câncer de próstata, a próstata é parcial ou totalmente removida, diferente dos procedimentos para aliviar o aumento da próstata, onde apenas o tecido aumentado é removido.

Embora as cirurgias de ambas as condições tenham abordagens diferentes, o processo de recuperação é semelhante. O Dr. Moul esclarece que o paciente passa de três a dez dias em observação no hospital, além de um período adicional de recuperação em casa.

Em razão do trauma causado na uretra decorrente da cirurgia sintomas de fraqueza da bexiga são comuns no pós-operatório. Dr. Charles Myers, fundador do Instituto Americano de Doenças da Próstata curado do câncer de próstata, alerta para estatísticas recentes onde um quinto dos homens experimentam incontinência urinária imediatamente após a cirurgia de próstata. Deste número, cerca de 10% ainda apresentam um grau significativo de incontinência urinária um ano após a cirurgia.

Os sintomas de incontinência urinária se dão devido à remoção da fração da bexiga que controla o fluxo de urina. No entanto, os homens podem reeducar os músculos remanescentes para reassumir o controle da bexiga.

 

Formas de lidar com a Incontinência Urinária

Para homens que sofrem de incontinência urinária pós-cirúrgica recomenda-se o uso de roupas absorventes descartáveis, tais como PLENITUD® para os homens; absorventes ultrafinos projetados especialmente para a anatomia do corpo masculino.

Linwood Wright sobrevivente do câncer de próstata carrega até hoje as sequelas do procedimento para remoção da próstata, ele sofre de incontinência urinária pós-cirúrgica que perdurou além da fase da recuperação prevista. Atualmente, ele utiliza apenas um absorvente por dia, já que Wright apresenta um grau leve de incontinência urinária. "Eu valorizo e muito os absorventes PLENITUD® projetados para a anatomia do corpo masculino, pois oferecem proteção sem desconforto, diferente de outras marcas", afirma.

Embora a incontinência urinária possa ser facilmente controlada, Dr. Moul recomenda fortemente que os homens se abram a respeito dos problemas que possam estar enfrentando no pós-operatório. Só uma avaliação médica minuciosa pode determinar se o problema é decorrente da cirurgia de próstata ou não.

 

Visão Geral

É importante ter em mente que paciente está atravessando um momento delicado. Um diagnóstico de câncer, seguido imediatamente por uma cirurgia com sequelas pode gerar um estresse emocional muito grande e, neste momento, os profissionais da área da saúde precisam estar atentos a todos os movimentos e apoiar o paciente no gerenciamento das sequelas pós-cirúrgicas de todas as origens.

"No primeiro ano após a cirurgia de próstata o paciente deve visitar o urologista de três em três meses", afirma Dr. Moul. "Um bom urologista deve prestar atenção não apenas à incisão ou à doença, mas na recuperação do paciente como um todo: lado emocional, sexual e do sistema urinário". Todos os aspectos são importantes para uma recuperação plena e um pós-operatório feliz.

Mais artigos sobre A Vida com Incontinência.
Previous
Next
More Articles
Previous
Incontinência Urinária na Gravidez
Next
Journaling: desfrutando dos benefícios de manter um registro diário de atividades e emoções