Voltar

Fatores de risco para desenvolvimento do câncer de próstata

O câncer de próstata é o segundo tipo mais comum de câncer entre homens nos Estados Unidos. A cada seis homens, um é portador do câncer de próstata. Mas os motivos pelos quais um homem contrai câncer de próstata, enquanto os outros cinco não, ainda é um mistério. No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). A recomendação é de que todos os homens, a partir dos 50 anos, procurem um urologista para uma avaliação anual. Quanto mais informado e atento você estiver, melhor!

Os médicos conhecem os fatores de risco que influenciam no desenvolvimento do câncer de próstata e identificaram ligações desses fatores com o desenvolvimento da doença. Listamos as ligações mais comuns comprovadas até o momento. Algumas conexões ainda estão em processo de análise, portanto não podem ser divulgadas para o público em geral. A maior parte dos homens com um fator de risco nunca desenvolverá a doença e estar em dia com os exames médicos é a melhor maneira de se prevenir.

 

Fatores de risco para desenvolvimento do câncer de próstata que não podem ser alterados

Fator de risco: a idade

No Brasil, a cada dez homens diagnosticados com câncer de próstata, nove têm mais de 55 anos, e em contrapartida, as chances de um homem com 40 anos contrair a doença são raras.

 

Fator de risco: histórico de câncer na família

Homens cujo o pai, avô ou irmão tiveram câncer de próstata antes dos 60 anos, fazem parte do grupo de risco.

 

Fator de risco: etnia

O câncer de próstata é mais comum entre os homens negros e homens hispânicos/latinos e menos comum em asiáticos/pacífico e nativos americanos.

 

Fatores de risco para desenvolvimento do câncer de próstata que podem ser alterados

Fator de risco: peso

Prevenir o ganho de peso pode reduzir o risco de muitos tipos de câncer e isso inclui o de próstata. A obesidade sinaliza que o organismo não vai bem e premedita a chegada do câncer. Uma caminhada diurna de 30 minutos pode salvar a sua vida dessa emboscada. Pratique exercícios regularmente e livre-se dessa encrenca.

 

Fator de risco: colesterol

Pesquisas revelam que níveis elevados de colesterol no sangue estão ligados ao câncer de próstata em estágio avançado. Os ácidos graxos ômega-3, encontrados em peixes gordurosos como o salmão, aumentam o colesterol "bom" e ajudam a prevenir o câncer.

 

Fator de risco: dieta

O sistema imunológico do corpo responde à chamada “dieta ocidental” de forma semelhante a como combate infecções bacterianas perigosas. A ingestão de carne cinco vezes na semana duplica os riscos do câncer de próstata. Uma alimentação saudável ajuda a manter e promover a saúde do corpo.

 

Fator de risco para o câncer de próstata: fumar

Fumar é um fator de risco diretamente ligado a agressividade do câncer de próstata. Estudos revelam que fumantes estão mais propensos a sofrerem com a recorrência do câncer de próstata do que homens que não fumam. Pare de fumar hoje mesmo, a vida agradece.

 

Interligando prevenção e fatores de risco

O primeiro ponto de ligação entre prevenção e fatores de risco do câncer de próstata é o exame periódico. Todo homem com mais de 50 anos deve ser examinado anualmente. O diagnóstico precoce aumenta a sua chance de sobrevivência. Sua vida em troca de um exame? Assim fica fácil se prevenir.

Outro ponto importante para reduzir o fator de risco do câncer de próstata é o estilo de vida saudável que promove a saúde da próstata e saúde em geral do seu organismo.

Por que não fazer a ligação entre consciência e prevenção hoje e reduzir ou eliminar os fatores de risco ao seu alcance?

Trabalhar com o seu médico pode ajudá-lo a determinar se os exames estão sob controle ou se é hora de começar a se preocupar.

Mais artigos sobre A Vida com Incontinência.
Previous
Next
More Articles
Previous
Escapes de urina na gravidez
Next
Incontinência urinária após cesariana ou episiotomia