Voltar

Compreendendo os Suores Noturnos

 

Por la Dra. Cindy Long. 

Um dos sintomas mais comuns e mais perturbadores da menopausa é o suor noturno. Por definição, suores noturnos são a transpiração excessiva que ocorre durante a noite, enquanto você ainda está dormindo. Isso resulta em roupas e cama encharcadas e, em seguida, você desperta. Muitas vezes, isso leva a distúrbios do sono e pode contribuir para o desenvolvimento da insônia, sofrido por tantas mulheres durante a menopausa. Aproximadamente 70% das mulheres que passam pela fase da menopausa apresentam suores noturnos. Assim como as ondas de calor, os suores noturnos são uma resposta vasomotora desencadeada por flutuações nos hormônios. O centro de termorregulação do cérebro, ou hipotálamo, detecta reduções no hormônio estrogênio circulante e responde dando ao corpo o falso sinal de que está muito quente. O corpo então tenta livrar o excesso de calor ficcional dilatando os vasos sanguíneos superficiais da pele e gerando muito suor. Suores noturnos são mais comuns durante a perimenopausa, mas podem haver outras causas, como certas doenças crônicas, alguns medicamentos e alterações em outros hormônios, como testosterona.  

Para surpresa de algumas mulheres, os homens podem sofrer de suores noturnos e ondas de calor também! Então, o que você pode fazer para tentar aliviar esse fenômeno que causa tanto desconforto nas mulheres? Soluções simples podem incluir reduzir a temperatura ambiente no quarto, usar roupas de cama mais leves, e manter um copo de água fria perto da cabeceira. Outras soluções não médicas incluem exercícios regulares e perda de peso, que podem não ser tão simples, mas são estratégias eficazes. Em última análise, os sintomas graves que resultam em sono inadequado, irritabilidade, mau humor, dificuldade de concentração ou esquecimento podem justificar uma intervenção médica imediata. Nesses casos, a reposição hormonal ou o uso de certos antidepressivos têm sido clinicamente comprovados como benéficos.

Mais artigos sobre A Vida com Incontinência.
Previous
Next
More Articles
Previous
Necessidades Nutricionais Durante a Menopausa
Next
A Menopausa de Hoje Não é Igual a de Nossas Mães