Alguns exercícios que ajudam a fortalecer o assoalho pélvico.

07/05/2020 -

Sabemos que a prática de exercícios físicos, independentemente do grau de esforço, idade ou sexo, faz muito bem para a nossa saúde.

Eles nos ajudam a manter o equilíbrio físico e mental para enfrentarmos os estresses naturais que passamos no decorrer de nossas vidas.

Muitos exercícios vão além da queima de calorias ou melhora do condicionamento físico; existem algumas atividades que foram desenvolvidas para auxiliar as pessoas em determinadas situações.

Como exemplo, podemos citar a fisioterapia, que faz o uso de exercícios específicos para auxiliar alguma parte do corpo e o RPG (Reeducação Postural Global).

Para quem sofre com escapes involuntários de urina, existem exercícios que foram desenvolvidos especialmente para esta condição.

A maioria dos casos de incontinência urinária abrange o público feminino em dois períodos da vida: durante a gravidez (incluindo o pós-parto) e a menopausa (incluindo o climatério).

Para essas fases em que os escapes de xixi se tornam frequentes, a mulher precisa entender quais atividades físicas ela deve evitar e quais pode aderir.

Exercícios de alto impacto, que contam com muitos pulos ou agachamentos, devem ser evitados (vôlei, crossfit, corrida, entre outros).

Opte por atividades que estimulem os músculos corretos, que irão auxiliar no maior controle sobre o xixi.

Pilates e Ioga são os mais indicados, além do exercício de Kegel.

Os dois primeiros nomes, com certeza, você já deve ter ouvido falar, mas se a terceira atividade é nova para você, separamos algumas informações importantes sobre ela:

O que são os exercícios de Kegel?

Os exercícios de Kegel foram desenvolvidos pelo ginecologista americano Arnold Kegel nos anos 40.

Eles foram criados como um tratamento não cirúrgico para incontinência urinária ocasionada pelo enfraquecimento do músculo períneal, responsável pelo controle urinário.

Os exercícios têm o objetivo de realizar o fortalecimento deste músculo e de todo o assoalho pélvico.

Quem pode fazer essas atividades?

Todas as pessoas que possuem escapes de urina com frequência ou que desejam aumentar o prazer durante o contato íntimo. É isso mesmo!

Além de fortalecer os músculos, os exercícios de Kegel aumentam a circulação sanguínea na região, ocasionando maior prazer durante o sexo.

AVISO IMPORTANTE: nunca pratique nenhuma atividade física sem autorização médica.

Como fazer os exercícios?

Para que a atividade tenha o resultado esperado e satisfatório, é necessário realizá-la diariamente, pelo ao menos 3x por dia. Ela pode ser feita em qualquer posição (sentada, deitado ou em pé).

A seguir, um passo a passo de como começar a realizar |os exercícios:

1) Faça-os sempre com a bexiga vazia;

2) Identifique o períneo (para isso, interrompa um jato de xixi contraindo esse músculo, depois solte o resto da urina relaxando-o – pronto, conseguiu encontra-lo!);

3) A partir dessa conscientização, deve-se fazer o exercício de contrair e relaxar (4 segundos de cada);

4) O período indicado para a realização é de 8 a 10 minutos;

5) Lembre-se: o exercício em pode causar a fadiga muscular, contribuindo para o aumento da incontinência.

É importante que o exercício, acima de tudo, seja prazeroso. Por isso, escolha um que, além dos benefícios, te proporcione confiança e bem-estar.