Voltar

Entendendo e Controlando a Incontinência Urinária

O som de uma cachoeira ou de um riacho correndo tem um efeito quase universal sobre as pessoas - pode desencadear um forte desejo de ir ao banheiro mais próximo. 

Mas, para aqueles com problemas na bexiga, há uma série de motivos muito menos óbvios que podem levar a necessidade de ir embora. Ao identificar esses sinais, você pode alterar seu comportamento e ter mais controle sobre a incontinência urinária. 

No topo da lista de possíveis motivos estão muitos alimentos e bebidas. Tenha em mente que os itens diferirão de uma pessoa para outra. As coisas que causam efeito em uma pessoa podem não ter efeito em outra. 

A melhor maneira de identificar o que lhe afeta é manter um histórico preciso do que você come, bebe e com que frequência você vai ao banheiro. Você também pode usar tentativa e erro; elimine todos os itens suspeitos e, em seguida, reintroduza-os gradualmente, um por um, para medir seus níveis de tolerância.

 

Aqui estão os principais causadores a considerar:

Álcool:

cerveja, vinho e licor são todos diuréticos, que fazem com que a bexiga se encha rapidamente e desencadeie uma urgência para urinar. Além disso, o álcool prejudica o sinal entre a bexiga e o cérebro, interferindo no controle da bexiga e aumentando a probabilidade de acidentes. Limite sua ingestão de álcool ou evite-o completamente.

 

Cafeína:

café, chá, refrigerantes e chocolate, podem ser irritantes para a bexiga. Como a cafeína também é um diurético, pode produzir mais urina. Considere eliminar a cafeína trocando para bebidas e alimentos sem cafeína. Se parar de tomar café ou refrigerante é um grande desafio, tente não beber mais que duas xícaras de bebidas cafeinadas por dia.

 

Carbonatação:

bolhas podem significar problemas. O dióxido de carbono nas bebidas com gás, pode irritar a bexiga. Evite todas as bebidas carbonatadas, incluindo água com gás, e refrigerante.

 

Frutas cítricas e sucos:

laranjas, limões, limas e abacaxis têm um pH ácido, e podem agravar a incontinência urinária.

 

Tomates e alimentos à base de tomate:

os tomates são outro alimento ácido que pode causar os sintomas. Tomates em sua forma crua, assim como sucos, extrato de tomate, molho de espaguete, ketchup e molhos de pimenta, podem causar problemas.

 

Alimentos picantes:

de pimenta caiena a curry, alimentos picantes podem desencadear a vontade de urinar. Pesquisas indicam que alimentos mais picantes podem irritar o revestimento da bexiga e exacerbar a incontinência urinária. Tente tirar a pimenta de suas comidas favoritas. Você ainda poderá apreciar o sabor sem o agravamento.

 

Adoçantes:

açúcar, mel e uma variedade de adoçantes artificiais podem afetar a bexiga. Use-os com moderação, ou considere eliminá-los da sua dieta.

 

Suplementos:

uma variedade de suplementos e bebidas energéticas pode conter ingredientes à base de cafeína, que podem irritar a bexiga e desencadear o desejo de urinar. Certifique-se de ler os rótulos, cuidadosamente, e observe se há cafeína no produto.

 

Hidrate-se:

Manter-se hidratado é importante para nossos corpos, mas muito fluido pode desencadear muitas idas ao banheiro. É recomendável que você não beba mais que dois litros de água por dia. Tente beber a maior parte de seus líquidos durante o dia, para evitar levantar-se com muita frequência durante a noite.

 

Unindo-se para combater os causadores

É sempre uma boa ideia discutir suas opções de dieta com seu médico. Juntos, vocês podem identificar os alimentos e fatores que fazem você ir mais ao banheiro, em seguida, poderão reduzir ou eliminá-los de sua dieta e rotina diária.

Mais artigos sobre A Vida com Incontinência.
Previous
Next
More Articles
Previous
Vivendo Livremente com Incontinência Urinária
Next
Sabia que existem diferentes tipos de incontinência?