Voltar

A dieta da incontinência

 Por Teri Brown

 

Se a sua ideia de um café da manhã é um café com baunilha e muffin de chocolate, provavelmente há mais de uma razão, além das calorias extras, para que você encontre uma nova alternativa para essa refeição. Alguns alimentos, como a cafeína e o chocolate, por exemplo, podem agravar os sintomas da incontinência. 

"É bem sabido que certos alimentos podem 'agravar' problemas de controle urinário", diz Jennifer Pollak, diretora do Centro de Uroginecologia da Flórida. "Esses problemas de controle da bexiga incluem urgência, que é um forte desejo de urinar acompanhada do medo de "vazar", incontinência associada à urgência e a necessidade de ir ao banheiro com frequência, especialmente após ir para a cama".

 

Gatilhos comuns 

A Dra. Pollak acredita que muitas pessoas poderiam melhorar sua incontinência melhorando sua dieta. Ela diz que os alimentos que contêm cafeína, como chocolate, chá, café e refrigerante, podem agir nos rins para aumentar a produção de urina e, portanto, desencadear problemas de controle da bexiga. 

"A cafeína também pode irritar a bexiga e pode agir diretamente sobre ela para causar espasmos", diz a Dra. Pollak. 

Os especialistas da Clínica Mayo acreditam que mais de 500-600 mg de cafeína por dia (o equivalente a dois grandes cafés da Starbucks) podem começar a causar algumas complicações de saúde (veja quanto de cafeína há no café, refrigerantes, bebidas energéticas, barras de chocolate e mais em http://www.mayoclinic.com/health/caffeine/AN01211). E se você sofre de incontinência, consumir menos do que isso pode melhorar a sua situação. 

Tenha precaução com os alimentos apimentados. Segundo a Dra. Pollak, esses alimentos também podem causar irritação da bexiga. "Certos alimentos étnicos, como o tailandês, o indiano e o coreano, podem conter quantidades maiores de curry e pimenta, o que pode ser especialmente irritante para a bexiga", diz ela. Evelyn Guy, de Demopolis, descobriu o efeito de alimentos picantes da maneira mais difícil. Guy teve problemas de incontinência durante anos e depois de várias cirurgias, inúmeras visitas ao médico e muita experiência diária, ele encontrou maneiras de lidar com seu problema. Uma dessas maneiras era entender que sua dieta afetava a gravidade de sua incontinência 

"Eu percebi que toda vez que eu ia a um restaurante mexicano local eu tinha grandes problemas de incontinência", diz Guy. "Eu pensei que era por causa do excesso de refrigerante que eu bebia por causa do molho picante, então eu tentei limitar meu refrigerante, mas foi em vão. Então eu tentei beber água com a minha comida, mas não houve alívio. Então decidi que era o tempero ou o tomate, ou ambos. Tentei mudar, porque notei que a comida mais condimentada agravava a incontinência”.

 

Fazendo boas escolhas 

Dra. Pollak diz que, além de especiarias e cafeína, alimentos ricos em oxalatos podem irritar a bexiga e agravar certas condições inflamatórias do trato urinário. Alguns dos alimentos ricos em oxalatos incluem: maçãs, melão, cebola, frutas cítricas, mirtilos, uvas, nectarinas, pêssegos, abacaxis, ameixas, romãs, morangos, tomates, espinafre, queijo curado, carnes e peixes curados, enlatados, processados ou defumados. 

Além disso, conservantes, corantes e adoçantes artificiais também podem afetar a bexiga. "Aditivos e conservantes, como glutamato mono sódico, aspartame sacarina (NutraSweet ®) e corantes artificiais, também podem irritar a bexiga e causar mais urgência, frequência e 'necessidade de urinar depois de deitar-se'; diz a Dra. Pollak- "Estudos têm demonstrado que bebidas carbonatadas, frutas cítricas, bebidas e sucos ácidos podem piorar essas irritações ou sintomas de urgência" 

O Dr. Jack Cassell, urologista e autor do livro Melhor Vida Através da Urologia: Soluções do Século XXI para Problemas Antigos (Better Living Through Urology: 21st Century Solutions to Age-Old Problems - Acorn Publishing, 2004), acredita que a correlação entre dieta e incontinência é complicada. "A saúde do trato urinário é uma questão muito complexa", diz o Dr. Cassell. "O que pode estar na sua boca por apenas alguns instantes, certamente permanecerá na sua urina e nas fezes por horas. Até mesmo alimentos leves... irritam o revestimento da bexiga e do cólon se você estiver em contato com eles por períodos prolongados de tempo.” 

Outro ponto importante a ser lembrado é que o que afeta a incontinência de uma pessoa pode não afetar outra. "Tenha em mente que partes irritadas do corpo (como uma bexiga irritada) são mais sensíveis e mais propensas a se infectar também, já que a irritação quebra nossas barreiras naturais à infecção", diz o Dr. Cassell. 

Pode ser difícil modificar sua dieta, mas os resultados podem valer a pena. Por exemplo, se o chá e o café estiverem entre suas bebidas favoritas, tente substituí-los por um chá de ervas. Se você achar que várias frutas afetam sua incontinência, tente colocar um punhado de nozes ou cenouras misturadas. Por estar ciente de como a dieta afeta sua incontinência, você pode fazer escolhas alimentares mais sensatas e saudáveis.

 

 

 

Mais artigos sobre A Vida com Incontinência.
Previous
Next
More Articles
Previous
Tudo sobre Osteopenia e Saúde Óssea: Dicas e Fatos
Next
Sete maneiras de ficar em forma com incontinência urinária